CBN - A rádio que toca notícia

DISCURSO

Juízes cometem ilícitos e devem ser punidos, diz ministro Fachin

Em discurso na sede do TRE-PR (Tribunal Regional Eleitoral do Paraná), Fachin não citou exemplos de ilegalidades. Também não falou especificamente sobre os processos da Lava Jato

08/07/19, 17:59

E

m meio à repercussão do caso de Sergio Moro, que teve conversas com procuradores da Lava Jato divulgadas pelo portal The Intercept, o ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), afirmou nesta 2ª feira (8.jul.2019) que nenhum juiz está acima da lei e que, caso cometa ilícitos, deve ser punido sem que isso afete as instituições.

“Parlamentares cometem ilícitos e devem ser punidos, mas as instituições precisam ser preservadas. Juízes também cometem ilícitos e também devem ser punidos, mas as instituições devem ser preservadas. E assim se aplica a todos os atores dos Poderes e das instituições brasileiras, incluindo o Ministério Público e a administração pública. Ninguém está acima da lei, nem mesmo o legislador, nem o julgador, e muito menos o acusador”, disse.

A afirmação foi feita em discurso de aproximadamente uma hora em evento sobre a sistematização das regras eleitorais no TRE-PR (Tribunal Regional Eleitoral do Paraná), em Curitiba.

Sem citar nomes específicos, Fachin disse ainda que nenhum juiz pode fazer de seu trabalho uma prerrogativa para facilitar “uma agenda pessoal ou ideológica”.

“Se o fizer dentro de qualquer instância do Judiciário, há de submeter-se ao escrutínio da verificação”, afirmou, referindo-se também aos procuradores do Ministério Público.

O ministro disse ainda que 1 juiz imparcial não recebe contraprestações e deve saber seus limites.

“A nossa tarefa se traduz em grande medida em autocontenção e limites. O juiz antes de tudo é juiz de si mesmo”, defendeu.

Na 6ª feira (5.jul.2019), conversa divulgada pela da revista Veja e pelo The Intercept mostrou o procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da operação Lava Jato em Curitiba, comemorando com colegas do MPF o resultado de 1 encontro com o ministro Fachin.

“Caros, conversei 45 m com o Fachin. Aha uhu o Fachin é nosso”, disse em 1 grupo no aplicativo Telegram, em 13 de julho de 2015.

A expectativa era a de ouvir o ministro do STF sobre o assunto, mas Fachin evitou a imprensa antes e depois do evento.

Ainda no discurso, fazendo 1 histórico de crises pelas quais passaram as instituições brasileiras, Fachin disse que o STF foi chamado a responder, por exemplo, sobre os limites de atuação do Ministério Público e da PF (Polícia Federal), citando que os maiores poderes foram dados às duas instituições por “louváveis iniciativas especialmente de 2 presidentes da República”, sem citar nomes.

“É indisputável que injustiças possam ter sido cometidas e que devem ser em cada caso, nas particularidades dos fatos concretos, reparadas, se houver. É certo também que as respostas sem dúvida nunca foram ou serão satisfatórias para todos, há por exemplo os que gostariam agora de ver menos poderes para as polícias, menos competência para o MP, a minha aposta como juiz constitucional é num Brasil fiel à Constituição”, afirmou.

Ao final do discurso, Fachin falou sobre o ministro Teori Zavascki, morto em 2017 em 1 acidente aéreo, a quem sucedeu na relatoria dos processos da operação Lava Jato no STF.

“Aqueles que sabem demais às vezes se vão. (…) O destino foi cruel com o ministro Teori Zavascki, a quem sucedi em numerosas funções do tribunal, isso para ficar no exemplo que me é muito caro, próximo e doloroso”, disse.

Fonte: JL/PODER 360
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
16/07/19, 17:01 | ESCÂNDALO - ‘Motivos para Dallagnol ser preso estão dados’, diz deputado
16/07/19, 16:51 | ESCÂNDALO - Dallagnol é escrachado em anúncio sobre 'a luta contra a corrupção'
16/07/19, 16:34 | ESCÂNDALO - Conselho do MPF instaura reclamação disciplinar contra Dallagnol
16/07/19, 14:32 | DECISÃO - Toffoli suspende processos que contém dados sem autorização judicial
16/07/19, 14:27 | ESCÂNDALO - Moro chama novos vazamentos de 'ridículos' e desafia 'Intercept'
16/07/19, 14:23 | TRANSAÇÃO FINANCEIRA - Partido de Bolsonaro apresenta proposta de imposto único
16/07/19, 14:01 | DIREITOS HUMANOS - Mais de 821 milhões de pessoas no mundo passaram fome em 2018
16/07/19, 13:55 | EDUCAÇÃO - Menos da metade dos estudantes aprende sobre segurança na internet
16/07/19, 13:51 | CRIME - Operação prende 11 suspeitos de exploração imobiliária na Muzema
16/07/19, 13:00 | ESCÂNDALO - CNJ recebeu 55 reclamações contra o juiz Sérgio Moro e não fez nada para impedir abusos na Lava Jato
16/07/19, 10:17 | INVESTIGAÇÃO - Procuradoria se manifesta contra abusos de procuradores e juiz na condução da Lava Jato
16/07/19, 09:31 | ALIADOS - Governo analisa indicações para cargos comissionados no Executivo
16/07/19, 09:28 | POLÊMICA - Governo não teme judicialização da reforma da Previdência, diz AGU
16/07/19, 09:20 | MINISTÉRIO PÚBLICO - CRISE: Coordenador da operação Lava-Jato na PGR deixa o cargo
16/07/19, 09:14 | DEPOIMENTO - Ex-diretor da Odebrecht diz ter sido coagido pelo MP a construir relato no caso do sítio de Atibaia
16/07/19, 08:59 | ESCÂNDALO - Deltan cobrou jabá para a família no Beach Park e comemorou com Moro não ser investigado
15/07/19, 20:59 | CORRUPÇÃO - Dallagnol pediu a Moro dinheiro público para financiar propaganda da Operação Lava Jato na Rede Globo
15/07/19, 18:53 | ILEGALIDADES - MPF: combate à corrupção deve respeitar processo legal e liberdade de imprensa
15/07/19, 18:50 | POLÍTICA - Ciro Gomes: ‘Eduardo Bolsonaro é um imbecil, com um português muito ruim’
15/07/19, 17:42 | SAÚDE - Em 2018, mais de 20 milhões de crianças não foram vacinadas no mundo
15/07/19, 17:35 | ILEGALIDADES - Associação Juízes para a Democracia considera Lula preso político
15/07/19, 17:20 | RELATÓRIO - Brasil está voltando ao Mapa da Fome, diz pesquisadora da Abrasco
15/07/19, 17:15 | ESCÂNDALO - Clima contra Deltan Dallagnol se agrava no CNMP
15/07/19, 16:43 | ESCÂNDALO - PF deve forjar prisão de “hacker” que vai “confessar” adulteração de diálogos, diz The Intercept
15/07/19, 13:16 | CORRUPÇÃO - Lava Jato inverteu a lógica do Direito, dizem juízas
15/07/19, 13:13 | DESMONTE - Por falta de orçamento, 43 unidades da Defensoria Pública da União poderão ser fechadas
15/07/19, 12:06 | EDUCAÇÃO - Com bloqueio de verbas, universidades federais cancelam bolsas, suspendem transportes e fecham restaurantes
15/07/19, 10:24 | EDUCAÇÃO - Bolsonaro corta repasses federais para creches, educação básica, alfabetização e ensino técnico
15/07/19, 09:59 | DENÚNCIA - Dallagnol acusou Lula de ocultar triplex, e agora é pego com empresa de palestra em nome da esposa
15/07/19, 09:35 | PESQUISA - Maioria se opõe a plano de Bolsonaro para o trânsito, diz Datafolha
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site