CBN - A rádio que toca notícia

ESCÂNDALO

Para cientista político, Moro cometeu “erro infantil” ao pedir afastamento

Rudá Ricci ressalta a falta de experiência política do ministro, alvo principal da "Vaza Jato"

09/07/19, 09:08

I

nadequado”. Assim, o cientista político Rudá Ricci qualifica o pedido de afastamento de Sérgio Moro do cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública entre os dias 15 e 19 de julho – confirmado pela edição desta segunda-feira (8) do Diário Oficial.

Para Ricci, doutor em Ciências Políticas pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), não fará bem ao governo Bolsonaro (PSL) a “folga” do ministro, ainda mais em meio à série de reportagens do The Intercept Brasil, em parceria com outros veículos de comunicação, que escancara a interferência do ex-juiz sobre procuradores da Lava Jato em Curitiba (PR). Fora do cargo, Moro lava as mãos para a crise que envolve seu nome, abre margem para especulações sobre sua agenda pessoal e perde a chance de prestar esclarecimentos à população.

“É inadequado porque coincide com o estreitamento dos vazamentos das conversas pelo The Intercept. Os últimos vazamentos deram um passo à frente nos ataques, porque agora demonstram que o que eles vazaram leva à possibilidade de discussão do crime de ‘lesa pátria’ [Moro e Dallagnol teriam tentado intervir na política venezuelana]. Isso já entra num campo muito mais grave, que é de traição à pátria. Politicamente, é um equívoco [o afastamento]”, afirma Ricci.

A assessoria do Ministério da Justiça divulgou nota em que afirma que o chefe da pasta estará de férias na próxima semana para “tratar assuntos particulares”. Segundo Ricci, esse episódio reforça a lista contínua de equívocos cometidos por Moro. “Não é possível que, após se expor tanto, o ministro cometa um erro tão infantil. Então, deve ter algo que não estamos entendendo muito bem em curso”, acrescenta. Com os elementos que vieram a público até o momento, não há, na opinião do especialista, uma estratégia que justifique essa tomada de decisão. Afinal, no cargo de ministro, o ex-juiz poderia continuar se defendendo das acusações; afastado, abre mão de rebatê-las.

Se o Intercept mantiver o fôlego para as denúncias, Ricci tem dúvidas sobre as condições políticas para permanência de Moro no cargo. “Ele era o político mais popular naquela época [do anúncio no ministério], mais do que o [ex-presidente] Lula, por incrível que pareça. A falta de experiência política dele é que fez ele cometer essa precipitação, porque ele não entende muito bem, hoje dá para perceber, como se opera a política brasileira. Em primeiro lugar, ela se opera a partir do Congresso Nacional e não do Executivo, e ele não tinha ideia disso”, analisa.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública divulgou uma nota em que explica que o afastamento de Moro se trata de uma licença não remunerada, prevista em lei. “Por ter começado a trabalhar em janeiro, o ministro não tem ainda direito a gozar férias. Então, está tirando uma licença não remunerada, com base na Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990”, informou a assessoria.
 
Fonte: JL/Brasil de Fato
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
16/07/19, 17:01 | ESCÂNDALO - ‘Motivos para Dallagnol ser preso estão dados’, diz deputado
16/07/19, 16:51 | ESCÂNDALO - Dallagnol é escrachado em anúncio sobre 'a luta contra a corrupção'
16/07/19, 16:34 | ESCÂNDALO - Conselho do MPF instaura reclamação disciplinar contra Dallagnol
16/07/19, 14:32 | DECISÃO - Toffoli suspende processos que contém dados sem autorização judicial
16/07/19, 14:27 | ESCÂNDALO - Moro chama novos vazamentos de 'ridículos' e desafia 'Intercept'
16/07/19, 14:23 | TRANSAÇÃO FINANCEIRA - Partido de Bolsonaro apresenta proposta de imposto único
16/07/19, 14:01 | DIREITOS HUMANOS - Mais de 821 milhões de pessoas no mundo passaram fome em 2018
16/07/19, 13:55 | EDUCAÇÃO - Menos da metade dos estudantes aprende sobre segurança na internet
16/07/19, 13:51 | CRIME - Operação prende 11 suspeitos de exploração imobiliária na Muzema
16/07/19, 13:00 | ESCÂNDALO - CNJ recebeu 55 reclamações contra o juiz Sérgio Moro e não fez nada para impedir abusos na Lava Jato
16/07/19, 10:17 | INVESTIGAÇÃO - Procuradoria se manifesta contra abusos de procuradores e juiz na condução da Lava Jato
16/07/19, 09:31 | ALIADOS - Governo analisa indicações para cargos comissionados no Executivo
16/07/19, 09:28 | POLÊMICA - Governo não teme judicialização da reforma da Previdência, diz AGU
16/07/19, 09:20 | MINISTÉRIO PÚBLICO - CRISE: Coordenador da operação Lava-Jato na PGR deixa o cargo
16/07/19, 09:14 | DEPOIMENTO - Ex-diretor da Odebrecht diz ter sido coagido pelo MP a construir relato no caso do sítio de Atibaia
16/07/19, 08:59 | ESCÂNDALO - Deltan cobrou jabá para a família no Beach Park e comemorou com Moro não ser investigado
15/07/19, 20:59 | CORRUPÇÃO - Dallagnol pediu a Moro dinheiro público para financiar propaganda da Operação Lava Jato na Rede Globo
15/07/19, 18:53 | ILEGALIDADES - MPF: combate à corrupção deve respeitar processo legal e liberdade de imprensa
15/07/19, 18:50 | POLÍTICA - Ciro Gomes: ‘Eduardo Bolsonaro é um imbecil, com um português muito ruim’
15/07/19, 17:42 | SAÚDE - Em 2018, mais de 20 milhões de crianças não foram vacinadas no mundo
15/07/19, 17:35 | ILEGALIDADES - Associação Juízes para a Democracia considera Lula preso político
15/07/19, 17:20 | RELATÓRIO - Brasil está voltando ao Mapa da Fome, diz pesquisadora da Abrasco
15/07/19, 17:15 | ESCÂNDALO - Clima contra Deltan Dallagnol se agrava no CNMP
15/07/19, 16:43 | ESCÂNDALO - PF deve forjar prisão de “hacker” que vai “confessar” adulteração de diálogos, diz The Intercept
15/07/19, 13:16 | CORRUPÇÃO - Lava Jato inverteu a lógica do Direito, dizem juízas
15/07/19, 13:13 | DESMONTE - Por falta de orçamento, 43 unidades da Defensoria Pública da União poderão ser fechadas
15/07/19, 12:06 | EDUCAÇÃO - Com bloqueio de verbas, universidades federais cancelam bolsas, suspendem transportes e fecham restaurantes
15/07/19, 10:24 | EDUCAÇÃO - Bolsonaro corta repasses federais para creches, educação básica, alfabetização e ensino técnico
15/07/19, 09:59 | DENÚNCIA - Dallagnol acusou Lula de ocultar triplex, e agora é pego com empresa de palestra em nome da esposa
15/07/19, 09:35 | PESQUISA - Maioria se opõe a plano de Bolsonaro para o trânsito, diz Datafolha
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site