CBN - A rádio que toca notícia

MEIO AMBIENTE

Amazônia perdeu área equivalente ao dobro da cidade de São Paulo no 1º semestre

O desmatamento ocorreu em toda a Amazônia Legal, mas, conforme o Congresso em Foco mostrou, foi pior no Pará (1.212 km2), Mato Grosso (715 km2) e Amazonas (539 km2). Os municípios campeões do desmatamento foram os paraenses Altamira (351 km2) e São Félix do Xingu (201 Km2), seguidos por Apuí (155 Km2), no sul do Amazonas

11/07/20, 16:13

D
e 1º de janeiro a 30 de junho deste ano, o Brasil perdeu 3.070 quilômetros quadrados de floresta amazônica, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgados nesta sexta-feira (10). A área perdida equivale a duas vezes o tamanho da cidade de São Paulo. O total representa 26% a mais do que o mesmo período do ano passado. Os números referem-se aos 11.822 alertas de desmatamento nos primeiros seis meses do ano. Somente em junho deste ano, foram desmatados 1.034 km2, uma área 11% superior a junho de 2019.

Esse é o segundo ano consecutivo de aumento do desmatamento desde a posse de Jair Bolsonaro. “Mesmo que não se queime nenhum metro quadrado na atual temporada de fogo que vai até setembro – como espera o vice-presidente da República Hamilton Mourão ao propor novamente a moratória das queimadas na Amazônia Legal este ano –, o maior estrago já foi feito”, diz o diretor de Conservação e Restauração do WWF-Brasil, Edegar Rosa.“O fato é que uma imensa parcela da floresta amazônica já está no chão”.

O desmatamento ocorreu em toda a Amazônia Legal, mas, conforme o Congresso em Foco mostrou, foi pior no Pará (1.212 km2), Mato Grosso (715 km2) e Amazonas (539 km2). Os municípios campeões do desmatamento foram os paraenses Altamira (351 km2) e São Félix do Xingu (201 Km2), seguidos por Apuí (155 Km2), no sul do Amazonas.

“Os alertas do Inpe foram registrados em propriedades privadas e terras públicas, mas o espantoso é que o desmatamento também ocorreu em Unidades de Conservação, nas quais deveria haver mais controle e rigor”, diz a gerente do WWF-Brasil para Ciências, Mariana Napolitano.

As unidades de conservação mais desmatadas foram a Floresta Nacional (Flona) do Jamanxim e a de Altamira, e a Área de Proteção Ambiental (APA) do Tapajós, a Reserva Biológica Nascentes da Serra do Cachimbo, todas no Pará. O Inpe já vinha indicando alta de desmatamento nessas áreas. Mesmo assim, a fiscalização não chegou a tempo de evitar o desmate.

Nesta sexta-feira, o vice-presidente Hamilton Mourão recebeu representantes do setor empresarial e entidades setoriais para discutir questões voltados à proteção, preservação e desenvolvimento econômico-sustentável da Amazônia. A agenda ocorreu em resposta à carta "Comunicado do Setor Empresarial Brasileiro" encaminhada a Mourão, também presidente do Conselho Nacional da Amazônia Legal (CANL), na última segunda-feira (6).

Durante a videoconferência, 12 interlocutores de entidades integrantes do Conselho Empresarial Brasil para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) detalharam os sete eixos apontados na carta como prioritários para o setor. Dentre os temas, estão o combate ao desmatamento ilegal na Amazônia e demais biomas; inclusão social e econômica de comunidades locais; financiamentos e investimentos para uma economia circular e de baixo carbono; valorização e preservação da biodiversidade; e recuperação econômica dos efeitos da pandemia.

Queimadas

Mourão anunciou na última quinta-feira (9) que as conversas com a Noruega e a Alemanha, os dois grandes doadores do Fundo Amazônia, foram reiniciadas. A retomada de investimentos está ligada à resposta do governo brasileiro em relação às queimadas, disse Mourão.

“Uma vez que a gente consiga apresentar dados consistentes, os recursos que estão lá serão novamente reabertos para os projetos relacionados ao desenvolvimento, proteção e preservação da Amazônia”, afirmou. Segundo ele, não há prazo para essa retomada de investimentos.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, anunciou também na quinta-feira (9) uma moratória das queimadas na Amazônia para deter ilegalidades. Segundo ele, o presidente Jair Bolsonaro assinará até a próxima semana um decreto para suspender o fogo por 120 dias em todos os biomas. Na Amazônia e no Pantanal não haverá exceção. Nos demais biomas, as queimadas serão permitidas de forma controlada.

Salles vem sofrendo pressão por parte dos ambientalistas desde a reunião ministerial de 22 de abril, em que disse para o governo aproveitar que a mídia está de olho na pandemia para "passar a boiada"."A oportunidade que nós temos, que a imprensa não está, está nos dando um pouco de alívio nos outros temas, é passar as reformas infralegais de desregulamentação, simplificação, todas as reformas”, argumentou na época.

Representantes da sociedade civil  ligados à defesa do meio ambiente encaminharam à Câmara dos Deputados no mês passado um pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro alegando crime de responsabilidade socioambiental. (Veja a íntegra aqui).

Fonte: JL/Congresso em Foco
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
06/08/20, 17:00 | PROGRAMA - Agosto Lilás inicia programação sobre enfrentamento à violência contra a mulher em Teresina
06/08/20, 16:18 | PANDEMIA - Projeção para outubro: Brasil pode chegar a 200 mil mortos por covid
06/08/20, 16:13 | CRIME - Flávio pede troca de promotores na investigação da ‘rachadinha’
06/08/20, 16:07 | POLÍTICA - Bispos farão ato ecumênico virtual contra Bolsonaro no domingo
06/08/20, 07:34 | POLÍTICA - Órgão de arapongagem política no ministério da Justiça foi criado por Moro
06/08/20, 07:26 | DECISÃO - Bolsonaro sofre derrota no STF e indígenas receberão ajuda federal contra a covid-19
06/08/20, 07:18 | POLÍTICA - ELEIÇÕES 2022: Disputa Lula x Bolsonaro fará história
06/08/20, 06:43 | POLÍTICA - Bolsonaro lança ameaça de golpe e instituições se calam, diz Tereza Cruvinel
06/08/20, 06:39 | POLÍTICA - Merval já admite parcialidade de Moro e vê possibilidade de Lula se candidatar em 2022
05/08/20, 16:25 | INFRAESTRUTURA - Prefeito de Teresina se reúne com Rodrigo Maia para tratar de Programa Emergencial para o Transporte Coletivo
05/08/20, 16:19 | POLÍTICA - TSE cancela biometria e cogita divisão por faixa etária para as eleições de novembro
05/08/20, 16:16 | POLÍTICA - Eleições municipais: votação deve ser estendida em pelo menos uma hora
05/08/20, 16:08 | INTERNACIONAL - Governo do Líbano coloca em prisão domiciliar responsáveis por porto de Beirute
05/08/20, 15:38 | CRIME - Justiça decreta sequestro de R$ 11,3 milhões de Geraldo Alckmin e assessores por corrupção
05/08/20, 07:12 | PANDEMIA - Covid-19: 14 capitais apresentam nível de transparência de dados insatisfatório
05/08/20, 07:07 | PANDEMIA - Covid-19: Aplicativo vai identificar pessoas próximas que testaram positivo para a doença
04/08/20, 18:50 | INVESTIGAÇÃO - Lula vence no STF e terá acesso aos documentos da Odebrecht e delação de Palocci não pode ser usada contra ele
04/08/20, 16:31 | PANDEMIA - Cai número de internações no PI por Covid-19 em leitos clínicos, de UTI e estabilização
04/08/20, 15:59 | PANDEMIA - PMT oferece atendimento exclusivo para servidores da rede hospitalar com suspeita de Covid-19
04/08/20, 15:55 | CRIME - Criminalista quer punir fake news com multas pesadas
04/08/20, 15:49 | PANDEMIA - Prefeito de SC “prescreve” ozônio no ânus contra covid19
04/08/20, 14:27 | EDUCAÇÃO - MEC autoriza aulas a distância em escolas técnicas federais de ensino
04/08/20, 06:38 | ESTATÍSTICA - Brasil é o país com mais mortes por mês no mundo por covid no mês de julho
04/08/20, 06:35 | POLÍTICA - Queiroz diz em depoimento que deu 'satisfação' a Flávio Bolsonaro sobre 'rachadinha'
03/08/20, 23:10 | PANDEMIA - Auxílio emergencial pode ser prorrogado até dezembro
03/08/20, 23:01 | PANDEMIA - Conheça a curva de mortes por covid-19 nos 26 Estados e no Distrito Federal
03/08/20, 21:35 | PANDEMIA - Maranhão, do comunista Flávio Dino, aparece com melhor desempenho no combate à Covid-19
03/08/20, 20:25 | PANDEMIA - Prefeito de Teresina mantém suspensão das aulas presenciais por tempo indeterminado
03/08/20, 20:22 | COVID-19 - Metade das mulheres passou a cuidar de alguém na pandemia
03/08/20, 18:51 | PANDEMIA - Governo fala em estender auxílio emergencial, mas com valores diferentes
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site