A
Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) divulgou os números do painel Covid-19 e avaliou que houve uma melhora significativa nos dados sobre a propagação da doença no Piauí. O índice de ocupação em todos os três tipos de leitos (UTI, clínicos e de estabilização) caiu na última semana, e indica uma tendência de mais queda. Nessa segunda-feira (3), havia 411 pessoas internadas em leitos clínicos para tratamento de Covid-19.

É o menor número desde o dia 23 de julho, quando 557 doentes ocupavam esse tipo de leito nos hospitais do Estado. E está bem distante do pico, registrado no dia 7 de julho, quando 580 infectados ocupavam os leitos da rede pública. Ou seja, entre 7 de julho e 3 de agosto, a taxa de ocupação dos leitos clínicos caiu 29%.

Além disso, o percentual da ocupação dos leitos clínicos por pacientes com Covid-19 também vem caindo. Do total de 1.028 leitos clínicos disponíveis no Piauí em 7 de julho, 54% estavam ocupados. Na segunda (3), o índice havia caído para 41,8%.

Em relação aos leitos de estabilização, onde os pacientes ficam temporariamente até serem transferidos para a UTI, a diferença entre o pico (dia 7 de julho, com 27 internações) para o dia 3 de agosto (com 17 internações) foi de quase 40%. Já a taxa de ocupação desse tipo de leito era de 37% em 7 de julho e agora está em 23,3%.

Por fim, os leitos de UTI, que atendem os pacientes mais graves, tiveram uma redução de 330 internados (o pico até agora), no dia 7 de maio, para 279 no mesmo período, uma queda de 15%. Em relação à ocupação dos leitos, a comparação está a seguinte: em 7 de maio, 77% dos leitos de terapia intensiva estavam sendo usados por pacientes com Covid-19. Na segunda (3), o índice de ocupação era de 60,9%.

A redução na taxa de ocupação dos leitos é um dos critérios exigidos pelas autoridades sanitárias de todo o mundo, entre elas a Organização Mundial de Saúde (OMS), para que os governos estaduais e locais comecem a flexibilizar as regras de confinamento. Amparado por técnicos da Secretaria da Saúde e em sintonia com o Consórcio Nordeste, o Governo do Piauí tem sido bastante cauteloso nas medidas em relação à Covid-19.

Somente após muitas reuniões e baseados em estudos científicos, o governador Wellington Dias autorizou a execução do Pacto de Retomada Organizada das Atividades Econômicas – o Pro Piauí. Graças a eles, a reabertura dos setores do estado tem sido feita de forma gradual e cautelosa, permitindo segurança sanitária à população, ao mesmo tempo em que permite a geração de renda às empresas, após quatro meses com os negócios parados.

Taxa de ocupação de leitos clínicos
7 de julho (pico) – 54%
3 de agosto – 41,8%

Taxa de ocupação de leitos de estabilização
7 de julho (pico) – 37%
3 de agosto – 23,3%

Taxa de ocupação de leitos de UTI
7 de maio (pico) – 77%
3 de agosto – 60,9%