CBN - A rádio que toca notícia

POLÍTICA

Presidente do TSE defende maior participação feminina na política

Na avaliação de Barroso, mais mulheres na política seria bom para o país e para o interesse público. “Eu gosto sempre de lembrar que os países que tiveram melhores resultados no enfrentamento da pandemia, por acaso ou não, eram liderados por mulheres: a Nova Zelândia, a Alemanha e a Dinamarca. Portanto, mais mulheres na politica é uma ideia de avanço civilizatório”, completou

27/10/20, 15:32

O
combate a notícias falsas e candidaturas laranjas, a segurança nas eleições e a maior participação de mulheres na política estão no plano de ação para as Eleições 2020, apresentado hoje (27) em Brasília. A apresentação do plano contou com a presença do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça e o diretor-geral da Polícia Federal (PF), Rolando Alexandre. 

Na ocasião, o presidente do TSE defendeu o aumento da participação das mulheres na política. Segundo ele, o Brasil tem “irrisórios” 15% de participação feminina no Congresso Nacional o que coloca o país numa posição desfavorável, na comparação com outros países. Barroso citou duas razões para a defesa: “A primeira é por uma questão de justiça de gênero. Se existe 50% de mulheres na sociedade - até um pouco mais de 50% -, é natural que exista uma representação mais significativa. E em segundo lugar porque há um conjunto de atributos e de qualificações tipicamente femininas que efetivamente contribuem para o aprimoramento da vida pública”, afirmou.

Na avaliação de Barroso, mais mulheres na política seria bom para o país e para o interesse público. “Eu gosto sempre de lembrar que os países que tiveram melhores resultados no enfrentamento da pandemia, por acaso ou não, eram liderados por mulheres: a Nova Zelândia, a Alemanha e a Dinamarca. Portanto, mais mulheres na politica é uma ideia de avanço civilizatório”, completou.

Fake News

O combate às noticiais falsas contará com o apoio da PF, que adquiriu um software para percorrer o caminho das fakes news. Segundo Barroso, a Justiça Eleitoral tem procurado conscientizar a sociedade. Além disso, ele destacou que a Corte tem parceria com redes sociais e com checadores de notícias para evitar a circulação de notícias falsas.

“Queremos aprimorar a democracia brasileira e não permitir que ela se deteriore por grupos minoritários, irrelevantes, mas que têm um grande poder de estrago, que são essas milícias digitais, que disseminam a falsidade e a mentira e, ainda quando não se tem uma comprovação empírica de que isso mude o resultado das eleições, isso degrada a qualidade do debate público”, criticou o presidente do TSE.

Luís Roberto Barroso acrescentou que a liberdade de expressão permite a circulação de todas opiniões “até as mais absurdas”. “A verdade não tem dono, mas a mentira deliberada tem dono, sobretudo quando ela é articulada e hierarquizadamente difundida por mercenários que são pagos para isso. Nós estamos atrás deles”, garantiu o ministro.

Candidaturas laranja

As candidaturas laranja também estão na mira da Justiça Eleitoral. Uma das evidências mais típicas desse tipo de crime é a incompatibilidade entre os recursos recebidos e quantidade de votos obtidos. Para combater a fraude, a PF já está atuando no cruzamento de dados para abrir investigação contra os suspeitos.

Drones

Durante a apresentação do plano, o diretor-geral da PF informou que mais de 100 drones (aeronaves controladas remotamente) vão atuar para inibir crimes eleitorais, como boca de urna, compra de votos e transporte ilegal de eleitores.

Os equipamentos, adquiridos por cerca de R$ 200 mil cada, serão distribuídos por sessões de municípios brasileiros que, historicamente, apresentam problemas. Os drones não ficarão no campo de visão das pessoas, já que têm capacidade de alcance para obter imagens de centímetros a mais de 6 quilômetros de distância do objeto filmado. 

Segundo o presidente do TSE, além da segurança sanitária do pleito, para impedir que a pandemia se espalhe em razão da votação, outra grande preocupação da Justiça Eleitoral é garantir eleições “livres, limpas e seguras”. “É preciso combater a criminalidade eleitoral, tanto a criminalidade convencional - que é essa da compra de votos, que é essa que degrada a democracia - como a criminalidade de transporte ilegal, boca de urna e outros atos ilícitos praticados no dia das eleições.

Fonte: JL/Agência Brasil
TODAS AS NOTÍCIAS DO PORTAL
04/12/20, 16:12 | CELEBRIDADE - Aline Riscado dá empinadinha em cenário paradisíaco e fã dispara: “Parece uma pintura
04/12/20, 15:58 | CONHECIMENTO - Brasil obtém 5 medalhas em olimpíada latino-americana de astronomia
04/12/20, 15:51 | POLÍTICA - Em três anos de ‘reforma’ trabalhista, desemprego e informalidade aumentaram
04/12/20, 15:20 | INVESTIGAÇÃO - Bolsonaro faz Receita Federal denunciar “crimes” da Rede Globo
04/12/20, 11:40 | PESQUISA - Paraná Pesquisas: esquerda unida derrotaria Bolsonaro em 2022
03/12/20, 16:38 | INTERNACIONAL - EUA têm mais de 3 mil mortes por covid em UM DIA!
03/12/20, 16:00 | POLÍTICA - Livro que aponta parcialidade de Moro na Lava Jato será distribuído para juízes
03/12/20, 15:35 | PANDEMIA - Butantan recebe 1 milhão de doses da vacina chinesa CoronaVac
03/12/20, 13:40 | PANDEMIA - Coronavac deve estar disponível em janeiro e vacinação ocorrerá mesmo sem ajuda do governo Bolsonaro
02/12/20, 12:31 | PANDEMIA - Plano de vacinação contra covid-19 terá quatro fases
02/12/20, 12:18 | POLÍTICA - Centrão e oposição assinam manifesto contra reeleição de Maia e Davi
02/12/20, 12:14 | POLÍTICA - Deputados votam crédito de quase R$ 2 bi para vacina contra o coronavírus
02/12/20, 12:02 | EDUCAÇÃO - MEC determina que universidades federais voltem às aulas presenciais
01/12/20, 18:02 | PANDEMIA - Seis milhões de pessoas pediram empréstimo na pandemia, diz IBGE
01/12/20, 15:48 | ECONOMIA - Percentual de famílias endividadas cai em novembro e chega a 66%
01/12/20, 15:47 | PANDEMIA - Com covid-19, Lewis Hamilton está fora do GP de Sakhir
01/12/20, 15:43 | IBGE - População desocupada atinge 13,76 milhões em outubro
01/12/20, 15:24 | ECONOMIA - Efeito Bolsonaro: Desemprego bate novo recorde em outubro, diz IBGE
01/12/20, 15:20 | POLÍTICA - Governo monitorou 81 jornalistas e influenciadores nas redes sociais; veja a lista
01/12/20, 15:12 | PANDEMIA - Governo só apresentará plano de imunização após aprovação de vacina
01/12/20, 15:04 | INSTITUCIONAL - Habilitações vencidas em 2020 terão um ano a mais de validade
01/12/20, 15:01 | CRIME - Atacadão, do grupo Carrefour, é condenado pela Justiça por tolerância ao racismo
01/12/20, 14:56 | POLÍTICA - Crime perfeito: empresa que contratou Moro vai levar R$ 35 milhões de Odebrecht e OAS
01/12/20, 11:09 | PANDEMIA - ONU prevê que 235 milhões precisem de assistência humanitária em 2021
01/12/20, 11:07 | POLÍTICA - Sérgio Moro vai embora para os EUA, diz Rede Globo
01/12/20, 11:03 | POLÍTICA - Bolsonaro mente ao dizer que aumento na conta de energia é para evitar apagão
01/12/20, 11:00 | POLÍTICA - Haddad: “Moro decidiu receber sua parte no golpe em dinheiro”
01/12/20, 10:57 | POLÍTICA - Moro sofre onda de críticas por atuar para Odebrecht
01/12/20, 10:54 | POLÍTICA - Congressistas têm pior resultado em eleições municipais
01/12/20, 10:52 | INTERNACIONAL - ONU vê maior crise econômica do século graças à covid
« Anterior 1 - 30 | 31 - 60 | 61 - 90 | 91 - 120 | 121 - 150 | 151 - 180 | 181 - 210 | 211 - 240 | 241 - 270 | 271 - 300 Próximo »
JORNAL LUZILANDIA - O Futuro Começa Aqui
Copyright 2003 - Todos os direitos reservados
SITE FILIADO À LITIS CONSULT - REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS
CNPJ nº 35.147.883/0001-41 / CCN Comunicação.com Nordeste
Jornalista Renato Araribóia de Britto Bacellar - Homenagem Especial
Luzilândia - Teresina - Piaui - Brasil
CEP:64049-600 - Rua Lemos Cunha, 1544 - Ininga- Teresina-PI
Telefones: (86) 8804.2526 - 8100.6100
jornalluzilandia@hotmail.com | jornalluzilandia@gmail.com
création de site