Mundo E ESPAÇO

FENÔMENO: Buraco gigante chama atenção no Deserto do Atacama

No momento, a origem do fenômeno é desconhecida; autoridades ativaram protocolos de segurança

Publicada em 01/08/22 às 16:54h - 8 visualizações

por CNN BRASIL


Compartilhe
Compartilhar a notícia FENÔMENO: Buraco gigante chama atenção no Deserto do Atacama   Compartilhar a notícia FENÔMENO: Buraco gigante chama atenção no Deserto do Atacama   Compartilhar a notícia FENÔMENO: Buraco gigante chama atenção no Deserto do Atacama

Link da Notícia:

FENÔMENO: Buraco gigante chama atenção no Deserto do Atacama
 (Foto: Divulgação Cristóbal Zúñiga Alcade )

Autoridades da região do Atacama ativaram protocolos de segurança diante de um gigantesco sumidouro que apareceu nas proximidades da Mina Alcaparros, em Tierra Amarilla, no Chile.

“Recebemos ontem [sábado] uma reclamação cidadã sobre um sumidouro que teria ocorrido aqui na nossa comuna perto da Mina Alcaparros, que faz parte da Mina Candelária”, disse o prefeito da comuna, Cristóbal Zúñiga.

“Estamos preocupados, pois é um medo que sempre tivemos como comunidade, o fato de estarmos cercados por jazidas de mineração e obras subterrâneas sob nossa comunidade”, acrescentou.

No momento, a origem do fenômeno é desconhecida. No entanto, o chefe da comunidade alertou que o sumidouro “ainda está ativo, continua a crescer e é algo que não se via na nossa comunidade”.

“Solicitamos que seja possível esclarecer qual o motivo e porque ocorreu este evento, quais os motivos, se o colapso é produto da atividade mineira abaixo ou se é de outra natureza”, acrescentou.

Entretanto, na sua conta de Facebook, o autarca assegurou: “Iremos até às últimas consequências como município para proteger a nossa comunidade e acabar de uma vez por todas com estes abusos e a contaminação excessiva destas empresas mineiras”.

O delegado presidencial da Região do Atacama, Gerardo Tapia, encarregou o Serviço Nacional de Geologia e Mineração (Sernageomin) “a fazer uma revisão in loco”.

Enquanto isso, a Secretaria da Região Ministerial (Seremi) de Mineração da Região do Atacama, foi ao local para inspecionar o sumidouro e indicou que não há danos às pessoas. Eles também indicaram que continuarão monitorando a situação.

Nesta segunda-feira (1º), o Sergeomin indicou que o fenômeno tem um diâmetro aproximado de 25 metros. Além disso, instruiu o fechamento dos acessos da mina até a obra localizada verticalmente ao túnel:

  • Nível 270, distância de fechamento a 286 metros.
  • Nível 200, distância de fechamento a 538 metros.
  • Também revelo que a distância do sumidouro na superfície até o nível 270 é de 200 metros.

“Durante hoje, funcionários das áreas de Mineração e Geologia da Diretoria Atacama de Sernageomin irão ao local para continuar avaliando a situação e fazer novas recomendações. Além disso, teremos a presença da geomecânica da Subsecretaria de Mineração no nível central”, afirmou.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
11/08/22 - Esporte, Cultura, Arte e Estilo de Vida Isaquias Queiroz garante ouro no Pan-Americano de Canoagem no Canadá
11/08/22 - Brasil, Opinião, Comportamento e Trabalho Confira os vencedores do 21° Grande Prêmio do Cinema Brasileiro






Copyright (c) 2022 - Jornal Luzilandia - A VERDADE DO FATO